Alguns termos fotográficos

31 03 2009

Muitas pessoas não sabem o que são alguns termos básicos da fotografia (digital), coisas do tipo pixel, point-and-shoot… e por aí vai, então organizei esta pequena lista com alguns termos e explicações. (Que podem ser corrigidas caso estejam erradas. Eu não mordo.)

Fotografia básica:

  • Flash é uma luz auxiliar que fica acende durante uma fração de segundo para auxiliar fotos onde se tem baixa iluminação e longa exposição não é viável. Ele também serve para arrumar situações de contra-luz;
  • Pixel, plural Pixels, é cada “pontinho” que compõe a foto. A quantidade de pixels por foto é usada para dizer qual a resolução de uma câmera;
  • Mega Pixel é a unidade que indica um milhão de pixels. Porém nem sempre mais é melhor, geralmente é o contrário;
  • Timer, ou Temporizador, é o recurso que permite você programar a câmera para disparar após alguns instantes caso queira aparecer na foto também ou evitar que a foto fique tremida mesmo com o uso do tripé no caso da câmera não ter um controle remoto;
  • Point-and-Shoot, ou aponte e dispare em português, são câmeras ou modos que permitem o usuário tirar fotos sem se preocupar com configurações do tipo abertura do diafragma, tempo de exposição, sensibilidade ISO e coisas do gênero;
  • Zoom digital é um corte, ampliação por software/interpolação do centro da imagem onde cria-se pixels para manter o mesmo tamanho e cria-se a falsa impressão do objeto fotografado estar mais próxima. Apesar de parecer bom, isso gera uma imagem de qualidade inferior;
  • Zoom óptico é a aproximação feita pelo reposicionamento das lentes e cuja perda de detalhes é mínima ou inexistente;
  • Disparador é o botão que se aperta para capturar a imagem.

Fotografia intermediaria:

  • Sensibilidade ISO é a velocidade que o sensor captura a luz. Quanto mais elevada a sensibilidade, mais rápida é a captura, mais ruídos e perdas de detalhe acontecem. O ISO mais elevado também ajuda o Flash a ser capturado a uma distancia maior. Vale lembrar que cada câmera possui seu limite de sensibilidade ISO antes de começar a perder os detalhes da cena de forma excessiva. As compactas mais recentes conseguem capturar aceitavelmente até uns 400, as SLR-like não tão recentes até uns 800, já as DSLR mais novas conseguem 1600 tranqüilo;
  • Tempo de exposição é o tempo que o sensor captura a luz para formar as imagens. Se o tempo for muito alto, você poderá criar uma imagem “queimada” (sobre exposta), se for muito baixo, poderá criar uma imagem “escura” (sub exposta). Se você for usar uma exposição mais longa, é necessário o uso do tripé ou você criará uma imagem totalmente borrada;
  • Estabilizador de imagens é uma funcionalidade que lhe permite usar um tempo de exposição um pouco mais longo sem o problema de borrar a foto;
  • Diafragma é o responsável por limitar a entrada de luz para o sensor. Quanto menor o número, maior a abertura, maior a quantidade de luz que entra, menor o tempo de exposição, menor a sensibilidade ISO necessária e menor a profundidade de campo;
  • Equilíbrio de Branco é um ajuste que visa deixar as imagens com o branco correto. O problema é que a iluminação varia muito de lugar para lugar, assim a “temperatura” do branco muda. Por exemplo, sob o sol a luz é diferente de um ambiente iluminado por uma lâmpada incandescente ou fluorescente. Outro exemplo é o Flash que possui um tom mais azulado que o normal. Então para arrumar essa variação e não deixar cada foto com uma aparência mais estranha que a outra, existe o equilíbrio de branco, que se for usado da forma correta elimina esse problema. Ah, você também pode fazer um “desbalanço de brancos”, as vezes pode gerar um resultado mais interessante;
  • Foco automático ou autofoco é a capacidade da câmera focalizar automaticamente o assunto da imagem, sem precisar ajustar o foco manualmente;
  • Foco manual é a capacidade que algumas cameras lhe dão de  focalizar uma imagem da maneira que você quiser. Nem todas as câmeras dão essa opção;
  • Fotometria é a medição da luz em termos de como seu brilho é percebido pelo olho humano;
  • Obturador é uma espécie de cortina contra a luz no sensor que se abre apenas quando o disparador é acionado;
  • RAW é a imagem crua, ou seja, sem processamento algum, contendo apenas os dados capturados pelo sensor da câmera. É necessário processar estes dados para obter as cores da foto. Fazendo uma analogia rápida, ele seria como o negativo das câmeras de filme. Geralmente só é usada quando se pretende editar a foto mais tranqüilamente depois ou a foto terá um fim mais profissional.

Fotografia avançada: (vou usar descrições um tanto vagas pois não estou tão avançado ainda.)

  • Distancia focal é a distancia entre o centro óptico da lente e onde a imagem se projetará (sensor da câmera);
  • HDR, High Dynamic Range (em português Grande Alcance Dinâmico), é uma técnica na qual três ou mais fotos (ao menos uma sub, uma sobre e uma exposta normalmente) são usadas para conseguir tons mais realistas. Também pode ser usada para conseguir tons mais artísticos.
  • Profundidade de campo é a distância até onde os objetos ficam nítidos na foto.
  • Densidade de pixels é o resultado do divisão do tamanho do sensor pela quantidade de pixels. Geralmente quanto menor, melhor.
  • Flash Sync, ou velocidade de sincronia de flash, é a maior velocidade do obturador que você consegue usar o flash.

Alguns tipos de câmeras:

  • (D)SLR, são as (Digital) Single Lens Reflex ou chamadas de (Digital) Reflex, são as câmeras (digitais) profissionais ou para entusiastas. Elas se utilizam de um sistema de espelhos e um pentaprisma para mostrar a imagem no visor, esse sistema é chamado “reflex”. Geralmente possuem MUITO mais recursos, qualidade de imagem superior e também custam MUITO mais que as compactas;
  • SLR-like são câmeras que parecem ser (D)SLR porém não são. As principais diferenças entre elas é o fato de elas não usarem o sistema reflex para mostrar a imagem no visor e sim um visor eletrônico e possuírem sensores menores. São quase tão complexas quanto as SLR de entrada, geralmente não possuem objetivas intercambiáveis e sim uma objetiva versátil, como a 28-300mm da minha S6000fd. Elas também são chamadas de prosumer, por terem como publico alvo os fotógrafos hobbistas mais avançados que não querem/compram uma DSLR por causa de seu preço;
  • Câmeras compactas são câmeras de tamanho reduzido, geralmente com poucos ou quase nenhum recurso disponíveis. São também as mais populares e as mais baratas. As mais avançadas, como por exemplo a Canon PowerShot G10, também são consideradas prosumers.

Alguns tipos de filtros:

  • Filtros UV, são os filtros “de proteção física”. Teoricamente eles servem para proteger contra radiação ultravioleta, porém a maioria das pessoas não vê utilidade neles e devido ao baixo custo, usam apenas para proteger a objetiva de arranhões, poeira e gordura.
  • Skylight, ou simplesmente Sky, são filtros que geralmente combinam funções UV, filtro azul e de difusão. Eles são de cor levemente rosada. Porém geralmente acabam tendo o mesmo uso dos filtros UV.
  • Filtros Coloridos, como o nome já diz, são filtros coloridos.
  • Polarizador, serve para eliminar reflexos e brilhos indesejados e realçar as cores do céu e de objetos distantes (nas fotos onde eles aparecem).

Post original do iCaju, revisado e melhorado especialmente para este blog.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

3 04 2009
bitt

Ôpa!!! Mto bom esse seu blog.
95% dos blogs q conheço são idiotices adolescentes.
Agora, curiosidade – que máquiva vc usa normalmente? Eu uso uma Fuji S9000, q é razoável para amadores, mas qdo combinada com o Photoshop, faz qualquer coisa ficar ótima… :c)
Ah – e se vc gosta de armamento, visite o meu – jbitten.wordpress.com

4 04 2009
Keaton

Uso uma FujiFilm FinePix S6000fd, é mais antiga porém me serve bem.

Não gosto muito de armamento na vida real, só gosto de olhar as armas de jogos para ver como elas são no mundo real e quão realista o jogo é.

Por exemplo as de Tom Clancy’s Rainbow Six Vegas 2 que são bem reais, apesar da Arctic Warfare L96 não ter o recoil que ela tem na versão real. (Tom Clancy’s Rainbow Six Vegas 2 é um dos jogos que eu mais gostei.)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: